Ano Bissexto

Postado em 11/04/2019

Ano Bissexto

Ano bissexto é aquele que possui um dia a mais que os anos normais. Tal diferenciação foi criada em 238 a.C. no Egito, mais especificamente em Alexandria quando acrescentaram um dia a mais no calendário, mas somente foi adotado em 45 a.C., em Roma, através do imperador Júlio César. O objetivo da criação do ano bissexto é alinhar o calendário atualmente utilizado com o ano solar, ou seja, com o movimento de translação, onde a Terra gira em torno do Sol.

Enquanto o calendário atual se finda em 365 dias, o calendário solar termina em 365 dias e 6 horas, o que faz com que haja um desarranjo que necessita de adaptação para funcionar em harmonia. Dessa forma, a cada quatro anos o mês de fevereiro ganha um dia a mais para compensar tal desarranjo.

Para calcular os anos bissextos, utilizam-se tais regras:

- A cada quatro anos há um ano bissexto.

- São bissextos todos os anos múltiplos de 400.

- Não são bissextos os anos múltiplos de 100.

Tais regras básicas determinam que a cada 400 anos existam 97 anos bissextos, porém, apesar de tantas modificações ao longo do tempo ainda existem outros problemas, pois o período que a Terra demora para realizar o movimento de translação pode variar, o que permite pequenas alterações, como por exemplo em 1972, quando o setor responsável pelo estudo do tempo acrescentou um segundo no último dia do ano.

Curiosidade: O termo bissexto foi empregado por causa do acréscimo de um dia no ano, tornando-o com 366 dias, como são dois seis, originou-se o termo bissexto (dois seis).

Outras Notícias

 

Leitura melhora as habilidades cerebrais, apontam pesquisas
Postado em 18/04/2019

Nesta semana, foi comemorado o Dia Nacional da Leitura, instituído pela Lei nº 11.899 e que tem como objetivo estimular esse hábito no País. Além de aumentar o conhecimento e transportar os leitores para outras épocas e mundos, ler um ...
leia mais »

Dor nas costas em crianças
Postado em 04/04/2019

Mochila pesada, muitas horas no sofá em frente à TV, má postura na carteira da escola. O resultado não poderia ser diferente: seu filho reclama de dor nas costas. O problema, assim como outros que fazem parte da vida moderna, já não é mais exclusiv...
leia mais »

Comportamento negativo dos pais aumenta risco de a criança se envolver com bullying
Postado em 25/03/2019

Pesquisadores da Universidade de Warwick, nos Estados Unidos, analisaram informações coletadas por 70 estudos diferentes, de 1970 a 2012, envolvendo mais de 200 mil crianças, para comprovar, mais uma vez, que o comportamento dos pais tem influência direta nas atitudes d...
leia mais »